Canto do Galo 2 vezes?

Canto do Galo 2 vezes?

 
  Olá, Sou Wellington Alves e, Compartilho aqui com todos vocês um assunto que realmente dar o quê falar. 

  Muitos se perguntam o quê é o “CANTO DO GALO” que está registrado na Bíblia Evangélica segundo MATEUS, 
MARCOS LUCAS e JOÃO.
.
 

  AGRADECIMENTO

 
  Quero externar a minha gratidão a Deus, também a minha família e a vocês que me deixaram entrar em sua residência por meio dessa tecnologia.
 
  Que a sua família seja uma benção na mão do Senhor, desejo toda sorte de bênçãos em sua história.

 Acredito na relevância da gratidão sincera expressada por meio de uma prática verdadeira.
 
  Por isso, que de coração vou deixar aqui esse assunto segundo a bíblia e informação extra.
‘Vamos para o estudo?’
 
 INTRODUÇÃO | Canto do Galo 2 vezes?
 
  De acordo com a temática do assunto a base nos evangelhos o quanto é destacado a negação de Pedro veemente.
 
 As ocasiões sãos detalhes as quais não quero utilizar como forma de poluição de informação. 
    
 Mas, Mateus, Marcos, Lucas e João trabalham com a riqueza de informação para descrever o assunto da negação de Pedro, também eles introduzem a expressão ‘CANTO DO GALO’, até porque, quem disse isso foi Jesus Cristo.
    
 Assim, vamos entender melhor a enunciação do mestre para Pedro que foi inserido o Canto do Galo.
 

 DESENVOLVIMENTO | Canto do Galo 2 vezes?

 
 Os quatro evangelhos forma um conjunto de leitura dinâmica e lógico complementar ao leitor para compreender 
a ótica de cada um deles. 

 Mateus, conhecido como (LEVI) esse é o evangelho que carrega o título do nome do apostolo, não quero discutir quanto se ele escreveu ou não, enfim, a intenção é apanhar o conteúdo e elaborarmos a temática da questão.
     
 O Evangelho segundo Mateus no capítulo vinte e seis (26) e no texto trinta e quatro (34) está escrito que Jesus disse a Pedro: 
“Você vai me negar três vezes e, o galo irá cantar, ainda esta noite…”

 Nota que o galo Cantará quando Pedro negar ao mestre, a negação é três vezes. O texto não diz quantas vezes o galo cantará.
 
 Em Marcos está no capítulo catorze (14) e texto trinta (30) que está escrito assim: 
“Nesta noite, duas vezes o galo cantará e, três vezes me negarás.”

 Segundo a posição de João Marcos Cristo disse que o galo cantará (duas vezes), por que aqui o texto é distinto dos outros?
 
 Analisando os relatos dos outros com detalhes e possível reparar que eles não menciona a quantidade de vezes que o galo cantará, mas, a percepção dos textos é que as informações são para declarar a negação de Pedro se especificando o galo cantando uma ou mais vezes.
  
 Já, João Marcos informa com mais detalhes a profecia de Cristo.
 
 Agora, Marcos ainda no mesmo capítulo entre os textos sessenta (60) e setenta e dois (72) descreve os dois cantos do galo. 

 No texto sessenta (60) esta escrito que o galo cantou a primeira vez na negação de Pedro, logo a segunda negação o galo não cantou e na terceira negação o galo cantou a segunda vez.
 
 Mateus, Lucas e João não estão errados até porque eles não disseram quantas vezes o galo cantarás e sim quantas vezes Pedro negarás. 

 E, João Marcos acaba mostrando esse rico detalhe.
 
 Segundo Lucas e João revelam que na noite da prisão de Cristo a profecia do Senhor Jesus aconteceu em todos os miúdos detalhes com Pedro e também esse canto do galo foi lembrado na hora da negação do apostolo.
 

 QUEM É ESSE GALO? | Canto do Galo 2 vezes?

 
 O canto do galo: A palavra grega para “galo” nos textos evangelísticos é alektor, que significa “galo, ou macho de qualquer ave” (G0220, Strong). 
   
 Mas a palavra grega para “cante” é phoneo, que significa “soar” (G05455, Strong), e, portanto, pode se referir aos sons emitidos por qualquer instrumento musical, como uma trombeta. 
 
 Como não havia galos na região (havia uma regra na lei judaica, segundo a qual era ilegal ter galos e galinhas na cidade santa porque eles sujavam as coisas santas – Mishná judaica, Bava Kamma 7:7),  é provável que o tal galo não fosse realmente um animal, e sim o toque da trombeta romana, pois a guarda romana era trocada no castelo de Antônia e o sinal da mudança da guarda era um toque de trombeta.
 
 O termo latino para aquele toque de trombeta era gallicinium, que significa “canto do galo”. 
 
 É possível que assim que Pedro fez sua terceira negação, a trombeta da muralha do castelo ecoou sobre a adormecida cidade. 
  
 O Comentário Bíblico Moody diz sobre Lucas 22:60: “‘Canto do galo’ era uma divisão de tempo romano, indicando o fim da terceira vigília, cerca das três horas da madrugada”; e sobre João 18:27: “‘Cantar do galo’ era o nome que se dava à terceira das quatro vigílias nas quais a noite era dividida”.
 

 RESENHA | Canto do Galo 2 vezes?

 
 Portanto, o galo nos textos acima mencionados não é uma ave, sim uma trombeta que o soldado romano tocava para a mudança de turno.
   
 Esse é o costume romano a qual a população da época já estavam familiarizados com esse ocorrido do som.

 Todas as falas dos discípulos foram necessárias descreve-las com vocês para termos uma visão do todo que envolve a temática.
   
 Sim, espero que compreendam esse estudo que lhe serve para uso edificante dentro ou fora da denominação.
 
  REFERÊNCIAS | 
 
 – Bíblia Dake, ed.1995; versão CORRIGIDA e ATUALIZADA, p.1583, 1585, 1619, 1620, 1675, 1717, 1725.
 
– Bíblia Almeida, ed.2012; versão REVISTA e ATUALIZADA, p.1132, 1134, 1164, 1165, 1212, 1245, 1251.
 
– Comentário Bíblico Moody.
 
– GEISLER, Norman L.; HOWE, Thomas. Enciclopédia: Manual Popular de Dúvidas, 
 Enigmas e “Contradições” da Bíblia.
 Tradução de Milton Azevedo Andrade. São Paulo: Mundo Cristão, 1999.
 
– AUTOR | do estudo: Pastor ALVES, WELLINGTON.
 

Acompanhe pelas redes sociais

direitos autorais © COPYRIGHT 2014-2020   |  Pastor Wellington Alves – todos os direitos reservados