CASAMENTO

Verdade aplicada

 
É atitude covarde censura com o propósito de destruir a reputação de outrem.
Objetivo da lição Saber que o julgamento das intenções e a vingança pertencem a Deus;
O perdão, em vez de condenação,  manifesta o verdadeiro amor em ação;
Precisamos de severidade na autocrítica e brandura no trato com os irmãos.
 

Textos complementares:

 2CORÍNTIOS, 13; 5; 10; 1CORÍNTIOS, 11:28,29; MATEUS, 7:1-6; ROMANOS 2: 1-3.
 
º   O valor do comportamento ético na igreja.
A Boca fala o que o coração está cheio.
As palavras revelam o que coração tem.
PROVÉRBIOS, 26: 23-26. O homem não é capaz de sentenciar ninguém.

º   Evitando as críticas destrutivas na igreja.
A palavra exteriorizar a bondade ou a maldade.
Jesus condena as críticas destrutivas.
Jesus condena o julgamento hipócrita.

º   A maledicência traz prejuízos à igreja.
Jesus não condena a avaliação dos outros.
O julgamento deve ser feito com retidão.
O terrível ato de falar mal dos outros.

º  Orgulho anula a consciência de pecado.

Dois tipos de orgulho:

1 – Orgulho maligno;
2 – Orgulho benigno.

Cristão se considera pecador;
o embrutecimento moral;
a ausência de perdão traz condenação.

Acompanhe pelas redes sociais

direitos autorais © COPYRIGHT 2014-2020   |  Pastor Wellington Alves – todos os direitos reservados