5 (100%) 1 vote

Tesouro escondido

MATEUS, 13:44 “Bíblia de Estudo Dake, Corrigida, Ed.1995”

 
Resumo
 
Tesouro escondido© O estudo elaborado tem como base bíblica e, pesquisas de Sites de Artigos científicos e vídeos para nitidez do assunto abordado. Segundo o propósito de Cristo nos Evangelhos Canônicos é revelar o Reino do Pai a Humanidade de forma comparativa (Parábolas) seguidores do Messias entendia pouco as comparações e outros, Jesus tinha que em particular explicar o que antes proferia. A parábola do Tesouro Escondido se extrai muito conhecimento para aderi com intensidade a riqueza apresentada com intuito de se entregar por completo aos Mistério dos Céus.
 

 

 
Introdução
 
“Também o Reino dos céus e semelhante a um tesouro escondido num campo que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem e compra aquele campo.” (MATEUS, 13:44).
1.            Quem é o campo?
2.            Quem é o Homem?
3.            Quem é o tesouro?
 
Mateus, 13: 44
“[…] Reino dos céus […]”
Nota, 4.17
“Desde então, começou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus.”
Nota, 19;24
“E outra vez voz digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no Reino de Deus.”
 
1° “O campo”
O campo é o ‘mundo’
Rf, vs38.
2° “[…] um homem achou […]”
O homem é “Cristo” Ref.34,37. Procurando o tesouro (Jo, 1.11, 12; Mt, 23.37-39.) Ele alegremente entrega tudo o que tem para compra o campo a fim de ficar com tesouro e tudo que existe nele (Fl,2. 5-8; 2Cor, 8.9; Tt, 2. 14; Hb, 12.1 e 2).
3°  “ […]Semelhante a um tesouro escondido[…]”
Ela é como um tesouro (Ref. Sl, 135.4; Êx, 19.5; Ml, 3.17.)
“A Parábola do Tesouro Escondido é uma bem conhecida parábola de Jesus. No entanto, ele aparece em apenas um dos evangelhos canônicos do Novo Testamento. De acordo com Mateus 13:44, a parábolailustra o grande valor do Reino dos Céus.
Ela ocorre logo após a Parábola da Pérola, que tem um tema semelhante. O Tesouro Perdido tem sido retratado por grandes artistas como Rembrandt.”  (WIKIPÉDIA, 2017)
 
 
 
Imagem Meramente Ilustrativa
 
João Calvino escreveu sobre esta parábola:
“As primeiras duas parábolas são destinadas a
instruir os crentes a preferirem o Reino dos Céus ao invés
do mundo inteiro e, portanto, negarem a si mesmos e a todos
os desejos da carne, para que nada possa impedi-los de obter
um bem tão valioso. Precisamos muito de tal advertência;
pois estamos tão fascinados pelas seduções do mundo que a
vida eterna desaparece da nossa vista; e,
 em conseqüência da nossa carnalidade,
as graças espirituais de Deus estão longe de serem estimadas
 por nós na medida que merecem.”
— João Calvino, Comentários sobre Mateus, Lucas e Marcos – volume 2
 
 
 
CONSIDERAÇÕES FINAI
 
Em consideração a esta mensagem bíblica, nos proporcionou o conhecimento para assim, nos dedicarmos com extrema seriedade a busca pelo Reino Santo de Deus e, tomar bastante cuidado para não ficarmos fora dele. Pois, Jesus comprou o campo para usufruir no seu tempo exato qual se mostrará no Futuro o seu Governo Milênio. Como aos Olhos de Deus somos relevantes e, preciosos, a atitude de Cristo abre os olhos da humanidade para reconhecer que tem valor.
 
E-REFERÊNCIAS
REFERÊNCIAS
João Calvino, Commentary on Matthew, Mark, Luke – Volume 2, translated by William Pringle, Matthew 13:44-52.
Bíblia de Estudo Dake, Corrigida, Ed.1995, P. 1558.

 

 
AUTOR: PR.WELLINGTON ALVES
 

copyright  ©  2014-2018  –  Pastor Wellington Alves  –  todos os direitos reservados